5 alimentos sem glúten que ajudam a emagrecer

Tempo de leitura: 2 minutos

Muitas pessoas que querem emagrecer procuram por dietas com a retirada total de alguns alimentos ou substâncias. O glúten virou esse vilão em muitas dietas, pois causa inchaço e está associado, quase sempre, a alimentos gordurosos e bem calóricos como bolos, pães e massas. Existem alguns alimentos que podem substituir aqueles com glúten na alimentação do dia a dia.

Benefícios da dieta sem glúten

O glúten é uma proteína presente na farinha de trigo e outros alimentos como centeio, cevada, malte e aveia. Algumas pessoas são extremamente alérgicas ao glúten, os chamados celíacos, já em outras pessoas o consumo dessa proteína pode causar dores de cabeça, estufamento e um processo inflamação no estômago.

A diminuição do consumo do glúten para reduzir o inchaço da barriga e a inflamação no organismo, o que pode reduz a retenção de líquidos, as dores nas articulações e a indisposição em algumas pessoas. Como o glúten está presente em alimentos muito calóricos, a sua retirada pode impactar na perda de peso, principalmente, se a dieta estiver associada à prática de exercícios físicos regularmente.

Conheça a dieta sem glúten

O glúten está presente na farinha de trigo de bolos, massas, biscoitos, também no salame, salsicha, alimentos empanados, cereais matinais, sopas prontas, cerveja, molhos de soja e alguns molhos para saladas. Hoje há de lojas de produtos naturais com alguns destes itens em versões sem a presença do glúten. Também é possível substituir no café da manhã o pão pela tapioca ou por pão de milho. Muita fruta, verdura, legumes podem também substituir a proteína.

Banana

Alimentos sem glúten que ajudam a emagrecer

Uma dieta sem alimentos com glúten ajuda a diminuir o inchaço, mas nenhum elemento deve ser retirado totalmente da alimentação sem a consulta de um médico que avalia a saúde do paciente e um nutricionista que avalia toda a alimentação e a necessidade de retirar ou não a proteína do glúten.

Pessoas que sentem o incomodo após o consumo da proteína, prisão de ventre e o inchaço podem restringir a ingestão dela. Aqueles que suspeitam ter algum tipo de alergia ao glúten a partir da observação dos sintomas podem restringir o seu consumo. Quinoa, chia, linhaça, milho, tapioca, feijões, batata, arroz, castanhas, sementes, mandioca, carnes e cereais produzidos sem trigo, entre outros são alimentos sem glúten que ajudam na dieta.

A dieta sem glúten ajuda no rendimento da corrida?

O consumo do glúten está associado a alimentos doces e massas que causam picos de açúcares no sangue e são de fáceis absorção.

O seu consumo pode causar inchaço e má digestão e prejudicar o desempenho do atleta durante a corrida. O melhor é se ingerir alimentos mais leves que não atrapalhem a corrida e depois consumir carboidratos como batata-doce.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *